Ache aqui o que você procura!

quinta-feira, 19 de maio de 2011

SIAT

Imagem do site: Gravidez Segura
O post de hoje é também uma prestação de serviço de utilidade pública. Vou apresentar para vocês o SIAT ( Sistema Nacional de Informação sobre Agentes Teratogênicos). 

Como sabem, sou portadora de Esclerose Múltipla e além de já ter dois filhos, depois do diagnóstico tive mais três. Como as portadoras desta doença tem muito medo da gestação, sempre recorrem à mim para tirar suas inúmeras dúvidas, pois virei uma espécie de "símbolo" por ter tido gêmeos gerados de forma natural, segundo meu médico, um caso raro na história da E.M.

Quando engravidei das gêmeas, estava fazendo uso de uma medicação para a Esclerose Múltipla, um interferon*¹  e também de um antidepressivo e não sabia que riscos meu bebê poderia correr com essa medicação. Embora tenha suspendido imediatamente as medicações na primeira desconfiança de gravidez que tive, o primeiro trimestre que é o de formação do bebê é também o que mais risco se corre de malformações causadas por medicações, drogas e álcool, entre outros agentes Teratógenos*². Também teria a necessidade de, interrompendo o tratamento com o Interferon, iniciar com outra medicação, o Acetato de Glatirâmer (Copaxone) que eu faço uso até hoje.

Como todo mundo sabe, deve-se evitar o uso de toda e qualquer medicação durante a gestação e amamentação, pois o risco de o bebê ser afetado por essas medicações é muito grande. Mas no meu caso era necessária. Então como faz?

Conversando com a enfª Suzana, que veio a se tornar uma grande amiga, ela me apresentou o serviço que foi de uma grande ajuda neste e também no momento da descoberta da segunda gravidez. Embora os medicamentos fossem os mesmos, as dúvidas eram outras e foi no SIAT que encontrei respostas tranquilizadoras.

Acredito que toda a mulher gestante, ou que pretenda ser mãe e que tome alguma medicação ou tenha alguma doença (como diabetes por exemplo) deva consultar o serviço. Eles fazem uma série de perguntas que devem ser TODAS respondidas da forma mais ampla possível e depois mandam o resultado dessa pesquisa diretamente para o médico indicado pela consultante.

Meu GO recebeu por email todas as informações de que necessitava para avaliar o grau de risco da minha gestação e que problemas poderiam ou não ser acarretados pelas medicações que eu tomava.

Apresento-lhes então:
O que é o SIAT?


O SIAT – Sistema Nacional de Informação sobre Agentes Teratogênicos, ao mesmo tempo em que,
presta atendimento gratuito tanto para a comunidade como para profissionais da área médica localizado no Serviço de Genética Médica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), é um projeto de extensão do Departamento de Genética e do Programa de Pós-Graduação em Genética e Biologia Molecular
da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).
Fundado em 1990, o SIAT é coordenado por professores e médicos especializados em genética e obstetrícia e sua equipe conta com diversos profissionais e estudantes de medicina supervisionados. O SIAT faz parte do European Network of Teratogen Information Services (ENTIS) e do Estudo Colaborativo Latino Americano de Malformações Congênitas (ECLAMC). 

Por que existe o SIAT?

O SIAT preocupa-se com a prevenção de danos no bebê durante a gravidez.
Chama-se de agente teratogênico tudo aquilo capaz de produzir dano ao embrião ou feto durante a gravidez. Estes danos podem se refletir como perda da gestação, defeitos físicos ou alterações funcionais (restrição de crescimento, por exemplo), ou ainda distúrbios neuro-comportamentais, como deficiência mental.
Alguns exemplos de agentes teratogênicos

Alguns medicamentos (talidomida, misoprostol, ácido retinóico, entre outros)

Doenças Maternas (diabetes, epilepsia, hipotireoidismo, entre outras)

Infecções Congênitas (sífilis, toxoplasmose, rubéola, citomegalovirus, entre outras)

Radiações (radioterapia)

Substâncias Químicas (mercúrio, chumbo, por exemplo)

Outras Drogas (álcool, fumo, cocaína e outras)

O SIAT tem agora também um site chamado de Gravidez Segura e onde tem todas estas e outras informações muito úteis à todas as mamães, como os cuidados da gravidez, os riscos próprios da idade da mãe, recomendações e outras notícias.

Um alerta: 

Não fiquem consultando essas informações sem o apoio de um médico que possa explicar detalhadamente os resultados. Mulheres grávidas já tem uma tendência à ansiedade e preocupação exageradas, a leitura de alguns dados podem assustar ainda mais, por isso a recomendação de usar o serviço com o auxílio do médico. O serviço não indica que o seu bebê TERÁ um problema, só indica as possibilidades de ter. De posse dessas estatísticas, o médico irá avaliar a necessidade de se fazer mais alguns exames que normalmente não são de rotina e acompanhar a gestação de uma forma mais intensa para evitar os problemas que poderão ocorrer.

Como consultar?

O SIAT – Sistema Nacional de Informação sobre Agentes Teratogênicos está localizado no Departamento de Genética Médica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (www.hcpa.ufrgs.br) na rua Ramiro Barcelos, 2350 – Largo Eduardo Zaccaro Faraco CEP 90035-903 – Porto Alegre/RS.

Público em geral:
As consultas podem ser feitas pelo telefone +55 51 3359-8008

Profissionais da área médica e sáude:
As consultas podem ser feitas pelo mesmo telefone.
Para consultas via email, o profissional deve se cadastrar previamente. (CADASTRAR)



Quem pode consultar o SIAT?

Gestante
acompahamento médico

Pré-concepcional
Mulheres que planejam engravidar

Gestação passada
Pais de crianças que nasceram com algum tipo de malformação ou alteração de comportamento cujas mães foram expostas a algum agente externo potencialmente nocivo para o nenê (medicamentos, drogas, infecções, radiações, etc.)

Amamentação
Mulheres que estejam amamentando ou planejam amamentar

Médico
Qualquer área que tenha pacientes em alguma das situações de risco teratogênico

Pesquisa
Profissionais da saúde que buscam informações atualizadas sobre o potencial teratogênico de algum agente físico, químico ou biológico na gestação.

Fonte: site Gravidez Segura

==========================

* ¹ O Interferon, Interferona ou Interferão é uma proteína produzida por todos os animais vertebrados e por alguns invertebrados. O interferon é produzido pelas células do organismo para defendê-lo de agentes externos como vírus, bactérias e células de tumores.
Os interferons induzem um estado de resistência antiviral em células teciduais não infectadas. O vírus, ao replicar-se, vai ativar o gene codificante do interferon. Após a síntese proteica, a proteína sai da célula e entra na corrente sanguínea, até chegar às células vizinhas que ainda não foram atacadas. A proteína liga-se à membrana celular dessas células e ativa o gene codificante de proteínas antivirais. Estas proteínas antivirais, por sua vez, vão impedir a replicação do vírus, quando este tentar replicar-se nessas células. Os IFN são produzidos na fase inicial da infecção e constituem a primeira linha de resistência a muitas viroses. Um grupo de interferons (IFNa e IFNb) é produzido por células infectadas por vírus, e um outro grupo (IFNg) é sintetizado por determinadas células ou linfócitos T ativados. Fonte:
Wikipédia.

*² Teratógenos. A teratologia (do grego teratos = "monstro" + logos = "estudo") é a especialidade médica que se dedica ao estudo das anomalias e das malformações ligadas a uma perturbação do desenvolvimento embrionário ou fetal. A Teratogênese (também chamada de teratogenia) se refere à formação e ao desenvolvimento no útero de anomalias que levam a malformações e é estudada pela Teratologia. Fonte:
Wikipédia.





.
Comentários
5 Comentários

5 comentários:

  1. Realmente um serviço de utilidade pública.
    Eu não conhecia o trabalho do SIAT.
    Muito bom saber que existe um lugar que orienta as mães mais desavisadas.
    Excelente post querida.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  2. Excelente post e parabéns pelas suas conquistas. Sua história é muito linda!
    bom final de semana, bjs
    www.viviass.blogspot.com
    www.meublogdereceitasfavoritas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Excelente post Tuka! Parabéns por ajudar a tantas outras mães!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Excelente post Tuka! Parabéns por ajudar a tantas outras mães!
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Excelente post e parabéns pelas suas conquistas. Sua história é muito linda!
    bom final de semana, bjs
    www.viviass.blogspot.com
    www.meublogdereceitasfavoritas.blogspot.com

    ResponderExcluir

Que bom que você veio!
Deixe aqui a sua impressão,
opinião ou recadinho.
Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...